Clínica de recuperação em São Paulo - Internações

Clínica de recuperação em São Paulo – Internações

8 Opções de Clínicas Involuntária para Dependentes Químicos

As melhores clínicas de recuperação para dependentes químicos em São Paulo

15 excelentes clinicas de recuperação em São Paulo por um bom preço (Masculinas)

As 14 melhores clínicas de reabilitação em São Paulo SP e região

Quando o assunto é dependência química muitos tabus começam a de fato pairar em nossas cabeças, seria esse um problema de caráter?

É de fato um problema de saúde pública? Como devo abordar o assunto em minha casa, perante a minha família? Como buscar ajuda?

Recaiu, e agora? Como carregar o fardo da culpa e abordar novamente um tema que já foi o maior tabu dentro de casa.

A princípio vamos falar sobre essa doença que é a dependência química, suas características e o tabu da internação para dependentes químicos, que, acredite, ainda levanta

muitas dúvidas.

Vamos aos dados!

De acordo com a FIOCRUZ no Terceiro Levantamento Nacional sobre o uso de Drogas Pela população Brasileira ,

em parceria com a Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas  (SENAD),

Sobre o Consumo de Álcool

A imensa maioria dos dados considerados mais alarmantes com relação aos padrões de uso de drogas no Brasil não estão relacionados

sobretudo ao que a maioria das pessoas imagina, às substâncias ilícitas, e sim ao álcool.

A pesquisa afirma que mais da metade da população brasileira, de 12 a 55 anos disseram já ter consumido álcool ao menos uma vez na vida.

Mais de 46 milhões de brasileiros disseram ter consumido ao menos 3 doses nos 30 dias anteriores a pesquisa.

O resultado mostra ainda que cerca de 2,3 MILHÕES de Brasileiros já apresentam dependência ou pré disposição.

Outro ponto abordado pela pesquisa de 2019 é que o álcool está associado a uma série de diferentes formas de violência.

Além da pesquisa do SENAD com a FIOCRUZ, muitas outras pesquisas podem mostrar que a nível mundial, esse dado é ainda mais assustador.

Para acessar o Terceiro Levantamento Nacional sobre o uso de Drogas Pela população Brasileira clique aquI

Gráficos demonstrativos – Pesquisa FIOCRUZ

clinica de recuperação em São paulo consumo do Álcool
Clínica de recuperação em São Paulo – Consumo do álcool – FONTE: FIOCRUZ
Clínica de recuperação em São Paulo - Consumo do álcool - FONTE: FIOCRUZ
Clínica de recuperação em São Paulo – Consumo do álcool – FONTE: FIOCRUZ

Visto isso, devemos entender que estamos falando a respeito de um problema de saúde pública, que aflige milhões de pessoas em todo o mundo.

Para quebrarmos de uma vez por todas esse tabu, criamos um conteúdo rico, para lhe auxiliar em todo esse processo inicial.

Vamos lá!

Sobre a dependência química – Clínica de recuperação em São Paulo – Internações

A dependência química é uma doença reconhecida pela OMS e que deve ser tratada, portanto listamos mitos x verdades sobre ela, acompanhe:

MITOS:

  • A dependência química é uma falha de caráter
  • O dependente químico gosta de destruir sua vida por essa escravidão
  • É uma doença de classes sociais menos favorecidas
  • Todo mundo que usa drogas é doente
  • O dependente químico merece ser castigado e trancafiado
  • Uma clínica de recuperação em São Paulo ou em qualquer lugar do país resolve cem por cento o problema
  • Só existe salvação com a internação para dependentes químicos
  • Há cura
  • Se a família se empenhar em de fato restringir totalmente a liberdade do indivíduo o problema está resolvido.

VERDADES:

  • É uma doença progressiva
  • É incurável no ponto de vista da medicina
  • Pode ser fatal
  • A família adoece junto (codependência)
  • Nem todo mundo que usa determinada droga é sobretudo um dependente químico
  • O tratamento é complexo e demanda sobretudo da VONTADE do dependente químico em estacionar a doença e os CUIDADOS de se manter abstinente, atento aos perigos
  • O encarceramento não é a solução.

Desmistificando a dependência química:

desmistificando a dependência química
Desmistificando a dependência química

A dependência química, sobretudo é uma doença da qual não possui uma cura, assim considerada pela medicina crônica.

O que existem, e o que de fato uma Clínica de recuperação em São Paulo – Internações vai oferecer é um tratamento inicial, que requer paciência, autoconhecimento, boa vontade

e empenho do dependente químico para absorção do conhecimento ali explorado em palestras, dinâmicas e temáticas, a fim de propor

uma mudança estrutural na vida do dependente químico.

Por essa razão, ainda que não podemos desconsiderar a internação involuntária como uma ferramenta, e internação para dependentes químicos / internação para alcoólatras, reque BOA VONTADE do

dependente em questão.

O dependente químico em hipótese alguma se vale do prazer de perder sua vida, muito pelo contrário, ele deseja a mudança, mas existe

uma coisa chamada CRAVING – compulsão, que o impossibilita de enxergar o que está havendo ao seu redor.

O prazer recebido pela droga é imensurável, e por isso, o dependente químico esquece de tudo e só pensa nesse prazer, e como conseguir mais desse prazer

entrando em um looping de compulsão que o impossibilita de viver.

Apesar de incurável e progressiva, a clinica de recuperação / clínica de reabilitação pode e deve ajudar em muitas questões,

como principalmente tirando o dependente químico do estado de compulsão.

No processo, a abstinência física e emocional pode gerar crises, e é de suma importância que o dependente químico seja auxiliado

por uma equipe de profissionais nesse momento, que poderão auxiliar em diversas questões, e tonar o processo mais ameno e menos doloroso.

Em casa, o dependente químico não teria essa cautela, e as tentativas de parar sozinho sem sucesso, vão gerando cada vez mais frustrações que impossibilitam o sucesso nos resultados

e como o decorrer do tempo, de fato, criam barreiras para uma possível internação de dependentes químicos ou qualquer outro

tratamento.

Também é um mito dizer que só existem as opções em tratamento via internação em clínica de recuperação, o tratamento pode

ser feito de forma ambulatorial, ou seja, com acompanhamento periódico de médicos e psicólogos, como pode ainda, ser feito através

de medicinas alternativas, como a ibogaína por exemplo.

Clínica de recuperação em São Paulo – Internações

As internações em clinica de recuperação em São Paulo entretanto, ou em qualquer lugar do Brasil, de fato devem ser feitas em clínicas seguras, confiáveis.

Todavia, nós somos um grupo, estamos sobretudo a mais de dez anos nesse mercado que movimenta uma porção de internações em todo o Brasil.

Trabalhamos com:

  • Internação voluntária
  • Involuntárias
  • Compulsórias
  • Para público feminino
  • Masculino
  • Idosos
  • Menores
  • Particulares
  • Por plano de saúde (consulte a cobertura do seu convênio)
  • De baixo custo
  • Médio padrão
  • Alto padrão

A começar pelo tempo sugerido de tratamento para dependentes químicos e Tratamento para alcoólatras que é de 180 dias, para que os pacientes

possam de fato passar por todos os processos, sobretudo o processo de desintoxicação e conscientização, e por fim, o processo de

preparo para a ressocialização que inclui períodos de ressocialização em casa, inclusive, após inteira desintoxicação.

Dito isso, sabemos que ainda que a internação seja iniciada de modo involuntário, com o passar dos dias, espera-se uma absorção e aceitação

para que o processo possa ter sucesso.

As famílias devem cobrar da clínica os laudos e pareceres do andamento do tratamento, no entanto, não devemos pensar que a clínica tem total responsabilidade pela recuperação.

O responsável pela doença não é o adicto, todavia, a responsabilidade por sua recuperação é sobretudo dele.

A internação involuntária existe, porém, ao contrário do que muitas pessoas de fato acreditam ela não é um processo de encarceiramento.

Temos a péssima cultura do punir para corrigir, nossos avós agrediam fisicamente nossos pais com o pensamento de que sobretudo aquilo era de fato o que corrigiria.

Nossa sociedade, reflexo do que somos, portanto, continua a atribuir a punição como ferramenta (vide cadeias lotadas sem programa de recuperação).

Do mesmo modo, a internação involuntária, ela existe sobretudo para tirar o paciente da compulsão, e deve ser efetuada por no máximo 90 dias.

A lei diz que acima desse tempo, o paciente só pode permanecer internado se assim quiser, exceto em casos de internação compulsória (determinação judicial).

A internação involuntária deve ser uma medida de muita cautela, e que deve sobretudo, oferecer ao paciente uma mudança de hábitos, rotina, e propor uma mudança de vida.

Caberá a ele, após período de desintoxicação continuar ou pedir alta do tratamento.

Dependentes químicos podem ter neurotransmissores afetados, problemas cognitivos e outras comorbidades proveniente do uso,

mas, todavia, entretanto, se isso não for provado com interdição judicial o tempo máximo para que o paciente permaneça em uma internação involuntária é de fato de 90 dias.

O cronograma de atividades é rico e contempla uma série de terapias e atendimentos que favorecem uma mudança de dentro pra fora, consulte-nos e conheça mais

sobre as opções disponíveis!

Equipe multidisciplinar, infraestrutura de fato adequada para promover bem estar, pertencimento e sobretudo conforto para os dias de reflexão e autocuidado.

Fale conosco!

FALE CONOSCO – GRUPO CAPITAL REMOÇÕES – Clínica de recuperação em São Paulo – Internações para dependentes químicos e alcoólatras

Gostou desse conteúdo?

Entre em contato conosco agora mesmo e conheça nossas opções em clinica de reabilitação / clínica de recuperação.

Atuamos em todo o Brasil com as melhores opções do Brasil.

Fale agora mesmo com uma de nossas atendentes, o atendimento é 24 horas.

Nossas atendentes vão lhe dar todo o suporte necessário, e poderão oferecer a unidade que mais atenda a sua procura, seja com demandas especiais ou orçamentárias, temos as melhores opções

do mercado, conte com a ajuda da Capital Remoções!