Os passos de uma recaída e como evitá-la você irá aprender agora aqui na Capital Remoções!

Buscar um tratamento em clínicas de recuperação para quem tem problemas com vícios de álcool ou drogas é um passo extremamente importante mo caminho da recuperação. Mas este é apenas o primeiro passo de muitos. É de extrema importância aprender como evitar uma recaída, identificando os seus gatilhos e colocando em prática as técnicas de prevenção de recaída, o famoso P.P,R.

Os passos de uma recaída.

A recaída é a volta ao uso de substâncias regularmente e algumas vezes de uma forma incontrolável.A psicologia atual afirmou que, em média 25% a 50% dos pacientes voltarão ao vício do álcool e das drogas dentro de dois anos apenas após um trstamento em uma clínica de reabilitação / recuperação ou não.

A chance do paciente voltar a usar drogas novamente diminui consideravelmente quando mais alguém está em recuperação.

Menos de um ano limpo (sóbrio) – 67% de chance

Um ano limpo -50% de chance

Cinco ou mais anos limpo -15% de chance

Uma recaída geralmente ocorre em algumas etapas e é um processo não um evento.

Emocional

Durante o estágio emocional o álcool e as drogas geralmente não estão sendo utilizadas e o dependente nem sequer pensa nelas. No entanto, as emoções e os comportamentos estão já começando a emergir, o que geralmente o levará a uma possível espiral descendente. Estes sintomas muitas das vezes coincidem com uma abstinência pós aguda – ansiedades, sentimentos de raiva, fortes alterações no humor do dependente, hábitos ruins alimentares, insônia não pedir ajuda, etc…

Mental

No estágio mental de uma recaída, há um conflito interno acontecendo e seu cérebro geralmente está lutando contra si próprio. Uma parte do dependente químico quer fazer o uso do álcool ou da droga, neste estágio de conflito interno você quer muito usar a droga ou o álcool de novo. Os sintomas quase sempre incluem glamorizar o seu uso passado , pensar e por muitas das vezes até mesmo planejar a volta ao uso das substâncias psicoativas, até mesmo mentir e voltar a andar com usuários (más companhias) etc…

Física

No estado físico da recaída, o confronto mental terminou e você decidiu usar drogas ou álcool novamente. O estágio físico envolve dirigir até uma loja de bebidas ou um bar, balada etc..

A prevenção a recaída utiliza uma abordagem cognitiva comportamental para identificar e prevenir estas situações de maior risco em que iria ocorrer uma recaída. Terapia cognitiva comportamental é o reconhecer de que poderá haver alguns comportamentos que levam a pessoa a voltar ao uso de substâncias que alterem sua mente ou humor, não através do pensamento racional, mas do ambiente ou de possíveis estímulos externos e in ternos. A prevenção é um componente muito importante do processo do tratamento do álcool e das drogas.

Um programa de prevenção de recaída é uma parte integrante dos melhores programas de tratamentos de dependência química e alcoolismo. Este programa ajuda os dependentes a identificarem os pensamentos, sentimentos e comportamentos que fazem com que eles voltem a hábitos antigos e ensina como controlá-los. O dependente pode usar isso como uma caixa de ferramentas de prevenção.

Reuniões

Um grupo de auto ajuda é uma ferramenta valiosa no tratamento e serve para qualquer fase do processo. A participação em uma reunião de ajuda pode fornecer todo o suporte, bem como novas estratégias anti recaídas.

Sessões de aconselhamento para dependentes químicos e alcoolistas

Seja ele individual ou até mesmo em grupo, o aconselhamento diário ou semanal podem ajudar a manter um dependente recém sóbrio no caminho certo e ajuda-los a se manterem em um caminho certo se comprometendo com a recuperação.

Patrocínio

Um patrocinador que tenha experiência é alguém que o dependente pode se relacionar e assim ajudando o dependente a identificar seus gatilhos e comportamentos que possam leva-lo ao uso de drogas.

Exercício

Atividades físicas podem ajuda-lo a queimar os excessos de energia e assim melhorar a saúde mental do dependente químico.

Yoga, meditação e lutas, entre outros esportes podem lhe dar clareza e tranquilidade para ajudá-lo a se concentrar  melhor em sua recuperação.

Além de identificar os seus gatilhos e fornece-lo diversas ferramentas para a sua recuperação, os programas também ajudam a organizar toda a sua vida.

Programas de prevenção de recaídas oferecem também terapias familiares para que você possa começar a construir novos relacionamentos com aqueles que foram mais prejudicados pelo seu uso abusivos de álcool e drogas.

Aconselhamentos e terapias ajudam a identificar se há doenças mentais subjacentes que afetam seus vícios. O departamento nacional de pesquisas econômicas relata que existe um conexão definitiva entre a doença mental e o uso de drogas que causam dependências. Depressão, ansiedade, transtorno bipolar e estresse pós-traumático são doenças mentais comuns por trás dos vícios.

Os programas também ajudam o dependente a terem vida sóbria e a construírem uma nova vida depois de enfrentarem os vícios. Eles podem ajuda-los a desenvolverem diversas habilidades e encontrarem um novo emprego.

Lembre-se que uma recaída não é o fim de tudo e nem é o fim de sua recuperação; é apenas uma simples bifurcação na longa estrada da recuperação. É natural que qualquer alcoólatra ou adicto queira usar. Muitas pessoas experimentam uma, mas isso não significa que a sobriedade a longo prazo seja impossível de se alcançar também.

Confira também:

Baseado em Terence Gorski. Estudioso e especialista na área de dependência química, tanto alcoólica quanto outras drogas. Valci Silva.
Os passos de uma recaída e como evitá-la você irá aprender agora aqui na Capital Remoções!
5 (100%) 1 vote