Como parar de fumar crack?


Como parar de usar crack?

O crack (pedra) é uma terrível droga (substância psicoativa) que leva apenas em média 10 segundos para fazer efeito no corpo de um indivíduo.

Com alguns sintomas gravíssimos como a respiração acelerada e os batimentos cardíacos acelerados, delírios de paranoia e a necessidade de doses bem maiores e mais constantes, a doença da dependência química é uma das mais preocupantes no Brasil e em São Paulo e está afetando grandemente a população a cada dia mais.

A droga (crack) causa até cinco vezes mais danos do que a cocaína (pó).  Por entrar no organismo da pessoa por meio do fumo, ela chega bem mais rápido no cérebro humano, aumentando a produção de dopamina e causando uma euforia.

Neste post, estaremos falando um pouco mais sobre o crack (pedra) e também daremos algumas dicas de como parar de utilizar esta substância com a ajuda da Capital Remoções clinicas de reabilitação para dependentes químicos.

Como parar de fumar crack?

Geralmente os dependentes químicos precisam de ajuda, porém o maior problema e dúvida é como deixar de fumar o crack?

O uso dessa substância (crack) é algo extremamente preocupante e leva muitos dependentes químicos a viverem nas ruas e cracolândias, o que dificulta a recuperação / reabilitação. O auxilio precisa ser dado  pela família do dependente ou pelo Estado, já que este também é um problema de saúde pública também sabia?                           

Trouxemos algumas dicas que podem ajuda-los:

  • O vício em crack (pedra) é uma doença sim – algumas pessoas têm dificuldades de compreender este fato. Justamente por estar bem doente, a pessoa precisa de tratamento especializado em uma clínica de recuperação para dependentes químicos que lhe ajude a alcançar sua completa reabilitação ou com médicos e forças espirituais. Tente conscientizá-lo disso.
  • Ocupe bastante a mente – normalmente os dependentes químicos possuem somente um pensamento: o crack. Por isso é bem importante manter a sua mente bem ocupada. Uma boa opção é oferecer um trabalho para que ele compreenda que é útil. Isso ajudará grandemente no processo de recuperação também.
  • Não mascare a doença da dependência química – um método muito indicado por alguns profissionais é a ideia de nunca mascarar a doença da dependência química. Por isso é de suma importância sempre conversar bem sobre o assunto para manter tudo bem explicado para o dependente. É interessante ressaltar que o dependente químico precisa entender a gravidade da sua doença e como isso faz mal a ele, à família e aos amigos que estão tentando ampará-los.
  • Persistência (continue) – o crack (pedra) é uma droga complexa. Para os que estão buscando ajudar um dependente de crak, é bem interessante saber que a persistência é muito importante sim. Recaídas infelizmente são bem comuns. Por isso é preciso ter muitapaciência.

A procura pelos profissionais especializados no assunto é fundamental para o tratamento adequado. A Capital Remoções pode ajudar com os melhores tratamentos para a completa reabilitação / recuperação sua ou do seu ente querido.