Internação Involuntária Em São Paulo SP

A internação involuntária em clínica de reabilitação é acionada pela família do dependente químico.

Nesse caso, a pessoa que pedir a intervenção involuntariamente deverá assinar uma autorização e ter ligação consanguíneo com o dependente de álcool ou drogas — por exemplo: pai, mãe ou ate mesmo os filhos.

Feito um pedido, o dependente químico ou o alcoólatra será examinado por um médico especialista, que deverá emitir um laudo constando a real necessidade ou não da internação involuntária em uma clinica de reabilitação ou clínica de recuperação.

Nesse tipo de internação involuntária em clínica de recuperação/ reabilitação, o pedido poderá ser feito diretamente com uma clínica de reabilitação particular ou em uma unidade do CAPS – Centro de Atenção Psicossocial localizado em SP.

Já no caso da internação que é compulsória, a ordem de internação é expedida somente judicialmente, podendo ou não ser solicitada pela família do paciente portador da dependência química ou do alcoolismo.

Nesse caso, também deverá existir um possível laudo médico comprovando a real necessidade do tratamento.

Só após realizada a análise do laudo é que o juiz expedirá a devida ordem, determinando a internação do indivíduo ou não em uma clínica de reabilitação .

O aumento do consumo de drogas e álcool aumentou muito consideravelmente nestes últimos anos e, como falamos, muitas vezes,

o dependente está tão imerso nos efeitos das substâncias utilizadas, que não consegue reconhecer por si mesmo a necessidade de buscar ajuda.

Na maioria dos casos, a internação involuntária ou a internação compulsória são as melhores saídas para ajudar o indivíduo a se reintegrar ao convívio com a sociedade, antes que cause prejuízos maiores a outras pessoas ou a si próprio.

A internação compulsória e involuntária estão previstas pela Lei Federal http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LEIS_2001/L10216.htm, que garante os direitos do dependente químico einternado do alcoólatra contra sua própria vontade.

Internação Involuntária em clínica de reabilitação para dependentes quimicos e alcoólatras –

Descubra quando é o momento Certo de realizar uma internação!

A dependência química ou o alcoolismo, amvas tem o potencial de devastar uma pessoa, assim como seu núcleo familiar também!

Infelizmente, essa é uma triste realidade que atinge milhares de pessoas no nosso país e no mundo.

Como muitos já sabem, o vício do álcool e das drogas podem ser os desencadeadores de uma série de acometimentos graves à vida de uma pessoa que abusa no consumo, que pode perder seu melhor emprego, seus melhores relacionamentos, seu respeito e a sua dignidade e, em casos que são mais graves,

o dependente de álcool ou drogas pode irreversivelmente se tornar completamente incapaz de funcionar normalmente em sociedade, porém estes casos são mais raros.

Por isso, a família déo usuário é essencial no processo de identificar a dependência e é dela que se podem partir as tentativas iniciais mais bem sucedidas de se ajudar o ente querido acometido por essa doença.

Porém, às vezes, por ter medo, preconceitos ou acomodação, muitas famílias de viciados em álcool e drogas demoram para tomar atitudes sérias em relação a esse comum problema em todo o mundo.

Você já sabe qual é o melhor momento em que se deve internar um dependente químico ou um alcoólatra? Vamos abordar justamente essa questão importantíssima no artigo de hoje. Confira agora mesmo!

Vote