CONHEÇA AGORA ALGUNS TIPOS DE DROGAS E AS CONSEQUÊNCIAS DO USO

As drogas atuam no cérebro humano afetando a atividade mental, por essa razão elas são denominadas psicoativas. Basicamente, elas são de três tipos:

Drogas que diminuem a atividade mental

Também chamadas de depressoras. Afetam o cérebro, fazendo com que funcione de forma mais lenta. Essas drogas diminuem a atenção das pessoas, a concentração, a tensão emocional e a capacidade intelectual.

Exemplos:

• Ansiolíticos (tranquilizantes)
• Álcool
•Inalantes (cola, tinner, b25, lança, solventes, água rás,loló, cola acrílica...)
• Narcóticos (morfina, heroína);

Drogas que aumentam a atividade mental

São chamadas de estimulantes. Afetam o cérebro, fazendo com que o cérebro funcione mais acelerado.

Exemplo:

Cafeína (café, coca cola, entre outros..., tabaco (cigarro, charutos, narguilé etc..), anfetamina, cocaína (pó), crack (pedra).




Drogas que alteram a percepção

Elas são chamadas de substâncias alucinógenas e provocam alguns distúrbios no funcionamento do cérebro humano,
 fazendo com que ele passe a trabalhar de forma desordenada, numa espécie de delírio.



Exemplos:

O LSD, ecstasy, maconha e outras substâncias derivadas de plantas perigosas.




Drogas e seus efeitos destruidores

Durante anos, o uso indevido de Drogas foi tratado como assunto restrito às áreas médica e jurídica.
Hoje, o tema é um dos mais presentes nos meios de comunicação de todo o mundo, sabemos que sua abordagem deve ser a mais ampla possível,
envolvendo todos os segmentos organizados da sociedade, pois é motivo de preocupação universal.

Tipos e consequências

SOLVENTES / INALANTES / B 25 / Lança perfume / loló

Definição: A palavra solvente significa capaz de dissolver as coisas, e inalante é toda substância que pode ser inalada, isto é, introduzida no organismo através da aspiração pelo nariz ou boca. Via de regra todo o solvente é uma substância altamente volátil, isto é, evapora facilmente e, portanto, facilmente inalada. Outra característica dos solventes ou inalantes é que muitos deles (mas não todos) são inflamáveis. Há um enorme número de produtos comerciais como esmalte, colas, tintas, thinners, propelentes, gasolina, removedores, vernizes, etc.
Efeitos da Droga no cérebro humano: O início dos efeitos após a aspiração é muito rápido – de 5 segundos a 1 minuto no máximo – e em 11 a 41 minutos desaparecem; o usuário repete esse processo para que as sensações durem mais.
Efeitos tóxicos: As inalações constantes podem ocasionar lesões da medula óssea, dos rins, do fígado e dos nervos periféricos que controlam os músculos. Em alguns casos, principalmente quando existe no solvente uma impureza, o benzeno, mesmo em pequenas quantidades, pode haver diminuição de produção de glóbulos brancos e vermelhos pelo organismo.


MACONHA / Canabis /Erva / Canhamo / verdinho / hemp

É o nome dado no Brasil a planta chamada cientificamente de Cannabis sativa.
Efeitos da maconha: Os efeitos que a erva produz sobre as pessoas são físicos – ação sobre o próprio corpo ou partes dele – e psíquicos – ação sobre a mente.
Efeitos físicos agudos: São poucos, os olhos ficam avermelhados (o que em linguagem médica chama-se hiperemia das conjuntivas), a boca fica seca e o coração dispara, de 60-80 batimentos por minuto pode chegar a 120-140 ou mais, a chamada taquicardia.
Efeitos psíquicos agudos: Os efeitos psicotrópicos dependem do tipo de maconha utilizada, e da sensibilidade orgânica de quem a usa. Para uma parte das pessoas os efeitos são uma sensação de bem estar acompanhada de calma e relaxamento, ausência de fadiga, vontade de rir. Para outras pessoas os efeitos são desagradáveis: sentem angústia, ficam aturdidas, temerosas e inseguras, trêmulas, com sudorese. Há ainda evidente perturbação na capacidade de calcular o tempo e o espaço, déficit acentuado de atenção.
Efeitos crônicos: Com o uso contínuo, vários órgãos do corpo são afetados, principalmente pulmões e cérebro.


COGUMELOS / PLANTAS ALUCINÓGENAS / Cogu

O uso do cogumelo ficou famoso no México e no mundo todo, mas de popularizou no México onde ele era usado pelos nativos em rituais religiosos.
Jurema: é usado pelos remanescentes índios e caboclos do Brasil. Só é usado nas cidades em rituais de candomblé por ocasião de passagem de ano.
Mescal ou Peyolt: é um cacto verde, também utilizado desde tempos remotos na América Central, em rituais religiosos. Produz a substância alucinógena chamada mescalina. Não existe no Brasil.
Caapi e Chacrona: são plantas alucinógenas que são utilizadas conjuntamente sob forma de uma bebida, que é ingerida no ritual do Santo Daime ou Culto da União Vegetal e várias outras seitas.
Efeitos no cérebro: induzem à alucinações e delírios. Produzem efeitos muito diferentes dependendo do usuário.
Efeitos no resto do corpo: os sintomas físicos são pouco salientes, pois são alucinógenos primários. Podem aparecer dilatação das pupilas, suor excessivo, taquicardia e náuseas, estes últimos mais comuns com a bebida do Santo Daime.

COCAÍNA

Droga super estimulante do sistema nervoso central, a Droga é uma das mais consumidas no Brasil há muitos anos e bem famosa no mundo todo. A cocaína é introduzida no corpo de três formas: nasal (aspirada), endovenosa (injetada) e pulmonar (fumada).
Principais sintomas da cocaína no homem: Excitação, aumento das atividades, agressividade, ideias delirantes com paranoia, palidez, dilatação das pupilas, emagrecimento e congestão nasal, tosse e expectoração escura.
Efeitos da substância: Sensação de euforia e bem estar, ideias de grandiosidade, irritabilidade, aumento da atenção para estímulos externos, prejuízo na capacidade de avaliação e julgamento. O usuário passa a falar e a mover-se com maior rapidez e não sente sono, fome ou fadiga. Com o aumento da dose: reações de pânico, paranóia, alucinações auditivas e táteis (escuta vozes, sensações de insetos andando pelo corpo).
Danos e doenças comumente associados: Perda da sensibilidade olfativa, atrofia da mucosa com rinite crônica e perfuração do septo nasal; lesão pulmonar com diminuição da capacidade de oxigenação no sangue, por fibrose intersticial. O uso endovenoso ocasiona dois tipos de complicações, não-infecciosas e infecciosas. As complicações não-infecciosas da cocaína ocorrem quando impurezas e substância misturadas para dar quantidade são injetadas. As complicações infecciosas são causadas pelo uso comum de utensílios contaminados, utilizados no preparo e na aplicação da injeção, e manipulação de seringas compartilhadas, com a contaminação sanguínea de um indivíduo para outro.
Tratamento: Nos casos mais graves, o paciente deve ser encaminhado para um serviço de emergência, pois há risco de morte, e mantido sob observação. Caso apresente delírios e paranóias, pode ser indicada medicação neuroléptica.

 

ÓPIO, MORFINA, HEROÍNA
Principais sintomas: Estupor, analgesia, lacrimejamento, coriza, pupila em cabeça de alfinete, sonolência.
Elementos e acessórios: pó branco cristalino ou escuro, ampolas, frascos, seringas hipodérmicas e agulhas; manchas de sangue na roupa, escaras, feridas, dedos queimados, cicatrizes e abscessos no corpo.

PEDRA – Crack
O crack deriva da planta da coca. É uma da mistura de cocaína, bicarbonato de sódio  e água destilada, resultando em pedras que são fumadas em cachimbos e em latas.
O surgimento do crack se deu no início da década dos anos 80. O que possibilitou seu fumo foi a criação da base de coca batizada como livre.
O consumo do crack é maior que o da cocaína, pois é mais barato e seus efeitos duram menos. Por ser estimulante, ocasiona dependência física e, posteriormente, a morte, por sua terrível ação sobre o sistema nervoso central e cardíaco.
Devido a ação Dessa Droga sobre o sistema nervoso central, o crack gera uma aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, dilatação das pupilas, suor intenso, tremores, excitação, maior aptidão física e mental. Os efeitos psicológicos são: euforia, sensação de poder e aumento da auto-estima.
A dependência se constitui em pouco tempo no organismo. Se inalado junto com o álcool, o crack aumenta o ritmo cardíaco e a pressão arterial, o que pode levar a resultados letais e a morte.

 

 

       Curiosidade – Como Funcionam as Drogas “Discovery”

 

 

Os Tipos de Drogas Mais Usadas no Brasil

 

As drogas recreativas são muito usadas ao redor do mundo mas muitas vezes podem trazer consequências desastrosas, mortais e criminais.  A palavra droga tem um sentido muito mais amplo do qual estamos acostumados, basicamente esse termo define qualquer substância que cause dependência física e psicológica. Algumas pessoas pedem a legalização enquanto as outras pedem para combater o tráfico de drogas no Brasil.

No mundo, a droga recreativa mais usada é o álcool que apesar de não ser proibido causa grandes problemas sociais, familiares e físicos a pessoa que consome. Porém, hoje falaremos das principais drogas usadas na sua maioria ilícitas que causam efeitos de alucinação, paranoia e euforia.

Veja os 10 Tipos de Drogas Mais Usadas Aqui no Brasil

10 Tipos de Drogas Mais Usadas no Brasil

10) Solventes

A partir dos anos 70 os inalantes vêm sendo usados como droga alucinógena de fácil acesso. Os mais comuns são cola, removedor de esmalte, b25, aerossóis e tinta que podem ser achados em qualquer supermercado e tem baixo custo.

Seus efeitos iniciais são euforia, tontura, perturbação sonora e visual seguido de um quadro de depressão contínuo.

Os usuários, geralmente crianças pobres ou órfãos, utilizam o solvente dentro de um saco plástico para facilitar o consumo.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

9) Cogumelos

Descoberto há muito tempo atrás os cogumelos são bastante consumidos no Brasil devido aos seus efeitos alucinógenos. Existem 4 gêneros como essa capacidade: Psilocibe, Capelandia, Panaeolus e Amanita que contém os princípios ativos psilocina e psilocibina capazes de  provocar alucinações pesadas e efeitos parecidos com a droga LSD que falaremos mais a frente e é vendido nas baladas de musica eletrônica geralmente . Seu grande perigo é o fato de muitas vezes serem venenosos, por isso o consumo deve ser feito por um especialista.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

8) Meta (metadona)

Metadona é derivada de ópio e prescrita como medicamento para pessoas viciadas em morfina e heroína devido a sua ação analgésica. Quando acompanhado por um médico o risco de dependência é baixo, mas, para muitos essa substância se torna viciante. Seu consumo pode ser na forma de comprimido, líquido ou pó e o efeito é parecido com a morfina, porém numa forma mais branda.

Seu uso constante pode diminuir a respiração causando problemas nos pulmões, coceira, náusea, suor intenso e morte.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

7) Benzodiazepínico

Benzodiazepínico são drogas com efeitos mais brandos já que se trata de um tranquilizante que provoca uma sensação de relaxamento e aumento das habilidades humanas. Suas principais consequências são depressão, tremores, náusea, dor abdominal e visão alterada. Com o uso constante efeitos como rigidez muscular, dificuldade para dormir, convulsão e ansiedade podem começar a surgir. Em 1963, passou a ser comercializado o Diazepam (Valium) e logo se tornou uma droga de lazer.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

6) LSD

Descoberta em 1938, Dietilamida do ácido lisérgico ou LSD tem um grande poder de alucinação. Por acidente o químico Albert Hoffman, enquanto trabalhava na cura do resfriado teve contato com a droga e começou a ter alucinações na volta pra casa.

Os principais efeitos da droga são: visão e audição aguçadas, alucinação ou paranoia, pânico e sensações físicas modificadas. Uma pequena quantidade da droga é capaz de produzir esses efeitos por isso, normalmente o usuário coloca apenas uma gota da substância, muitas vezes enrolado em um pedaço de papel, em baixo da língua.

Com isso essa droga sintética se popularizou até mesmo entre as celebridades.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

5) Anfetamina

Anfetaminas são usadas na saúde para o tratamento de hiperatividade e para redução do apetite, entretanto essa droga causa estímulos a dopamina e serotonina, substâncias que provocam o bem-estar ou bom humor no corpo humano. Sensações de alegria intensa e alívio do cansaço físico são uns dos maiores atrativos para os usuários. Pessoas que precisam ficar acordadas a noite como, por exemplo, motoristas e estudantes fazem parte do grupo de consumidores.

Podem ser ingerida na forma oral por meio de comprimidos, injetável na veia e pó. Seu uso constante pode causar graves danos ao cérebro e levar à pessoa a depressão e até mesmo ao suicídio devido às alucinações.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

4) Êxtase (balinha)

Também conhecida como droga sintética do amor, êxtase começou a ser comercializada nos anos 80. Sua principal característica é a sensação de felicidade, amor e relaxamento fazendo o usuário se sentir nas nuvens. O consumo é por via oral na forma de pó.

No passado, êxtase era usado como medicamento psiquiátrico em pacientes com depressão e ansiedade, porém hoje seu uso é ilegal.

Apesar de ser mundialmente inalada suas consequências incluem desidratação, aperto da mandíbula, pulso elevado, pânico, sensação de estar voando e morte.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

3) Cocaína

É bem conhecida pelas pessoas por ser obtido através da folha da planta coca, originária da América do Sul. Antigamente, era comum índios do peru mastigarem as  folhas que tinham efeitos anestésicos e diminuía o apetite, também há relatos que cocaína já foi usado em crianças como remédios.

Por ser um grande estimulante do sistema nervoso, suas principais consequências são paranoia e espasmos que duram de 20 minutos até várias horas.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

2) Crack

Crack é uma das drogas mais consumidas nas ruas ou em lugares pobres. Tem como principal matéria prima a cocaína, pode-se dizer que é uma versão barata da mesma, combinada com bicarbonato de sódio.

Seus efeitos provocam euforia e paranoia extremos deixando o usuário facilmente viciado. Crack é uma droga fatal que provoca a morte do consumidor em até 5 anos após a inalação constante.

tratamento do crack droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

1) Maconha

Maconha é mundialmente conhecida e sua planta já vem sendo cultivada por milhares de anos no mundo todo. Tornou-se ainda mais popular com o uso de celebridades famosas.  Seus efeitos são psicoativos e psicodélicos podendo ser consumido tanto as folhas como as flores.

No usuário sua ação é de extrema euforia dependendo da quantidade da dose. Cada pessoas apresenta uma sensação diferente quando inala e a maioria das pessoas se tornam dependentes facilmente.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

A heroína não entrou nessa lista por não ser tão consumida no Brasil, mas seu efeito é parecido com a metadona, porém de uma forma bem mais extrema e viciante.

O tratamento para essa droga pode ser feito em clínicas de reabilitação para dependentes químicos.

 

Drogas Naturais – Vendidas no Brasil e no Mundo

  • Maconha: uma das drogas mais populares no mundo todo, a maconha é consumida por meio de um enrolado de papel (seda) contendo a substância. É feita a partir da planta Cannabis sativa. Existe a variação chamada Skunk, com um teor de THC bastante elevado, bem como o Haxixe.
  • Ópio: droga altamente viciante, o Ópio é feito a partir da flor da Papoula. Os principais efeitos são sonolência, vômitos e náuseas, além da perda de inteligência (como a maioria das drogas). Opiáceos: codeína, heroína, morfina, etc.
  • Psilocibina: é uma substância encontrada em fungos e cogumelos, a Psilocibina tem como principal efeito as alucinações. Também é utilizada em pesquisas sobre a enxaqueca.
  • DMT – Dimetiltriptamina: A principal consequência do seu consumo são as perturbações no sistema nervoso. Utilizada em rituais religiosos.
  • Cafeína: é o estimulante mais consumido no mundo – está no café, no refrigerante e no chocolate.
  • Cogumelos Alucinógenos: alguns cogumelos, como o Amanita muscaria podem causar alucinações.
  • Nicotina

Drogas Sintéticas (conhecidas geralmente nas festas raves)

  • Anfetamina – Seu principal efeito é o estimulante. É muito utilizada no Brasil e no mundo por caminhoneiros, com o objetivo de afastar o sono e poder dirigir por longos períodos.
  • Barbitúricos – Um poderoso sedativo e tranquilizante, causa grande dependência química nos seus usuários.
  • Ecstasy – Droga altamente alucinógena, causa forte ansiedade, náuseas, etc.
  • LSD – Outro poderoso alucinógeno que causa dependência psicológica.
  • Metanfetamina – Era utilizada em terapias em muitos países, mas foi banida pelo uso abusivo e consequências devastadores da droga.

Drogas Semi-Sintéticas

  • Heroína – A heroína é uma das drogas mais devastadores, altamente viciante – causa rápido envelhecimento do usuário e forte depressão quando o efeito acaba.
  • Cocaína e Crack – A cocaína é o pó produzido a partir da folha de coca, e o crack é a versão petrificada dessa droga. Altamente viciante, deteriora rapidamente o organismo do drogado, causando também perda de inteligência, alucinações, ansiedade, etc.
  • Morfina – É uma droga utilizada principalmente para o alívio de dores em todo o mundo. Também causa dependência química nos seus usuários.
  • Merla – droga produzida a partir da pasta de coca.
  • Oxi – outra droga derivada da pasta de cocaína.

drogas

Fotos: Archiwiz; PetrP; Nenov Brothers Images / Shutterstock.com

Outras Drogas bastante comuns no Brasil: inalantes, solventes, bebidas alcoólicas, cigarro

  • Bebidas Alcoólicas
  • Boa noite Cinde
  • Cola
  • Etanol e suas consequências
  • Inalantes
  • Lança Perfume
  • Cigarros e Charutos
  • Efeitos da Nicotina e Alcatrão
  • Charuto
  • Narguilé

Medicamentos(comprimidos)

Muitas drogas são utilizadas em medicamentos, para o tratamento de diversos problemas de saúde e doenças.

  • Tranquilizantes – remédios de venda controlada, para controle da tensão, insônia e ansiedade.
  • Ansiolíticos – utilizados no tratamento contra a ansiedade e as vezes em excesso .

Drogas e a Sociedade

  • Pedra de Crack: o craque do time da morte
  • Cracolândia
  • Toxicomania (vicio em tudo que da prazer,
    substantivo feminino
     consumo compulsivo de substâncias ativas sobre o psiquismo como o álcool e as drogas (heroína, cocaína, haxixe etc.).
  • Drogas: o uso crack vem vem crescendo e muito no Brasil.
  • Drogas nas escolas do Brasil vem crescendo a cada dia que passa.
  • Fumante passivo – conheça os riscos que as pessoas que convivem com fumantes estão correndo
    De imediato, os fumantes passivos podem apresentar irritação nos olhos, tosse. O tabagismo passivo em ambientes fechados, têm um risco 30% maior de desenvolverem câncer de pulmão, 25% maior de desenvolverem doenças cardiovasculares além deasmapneumoniasinusite, dentre outras.30 de mai de 2017

    Fumante passivo também corre risco de doenças – Vida – Diário do …

    diariodonordeste.verdesmares.com.br/…/fumante-passivo-tambem-corre-risco-de-doenc…
  • Leis Antifumo – muitos países já estão proibindo o fumo em locais públicos, veja como são as leis antifumo no Brasil.

As drogas causam atualmente um grande problema na sociedade. Algumas iniciativas importantes foram criadas para evitar que a juventude entre nesse mundo sem volta (na maioria das vezes).

Fontes:

http://listverse.com/2007/09/27/top-10-drugs-and-their-effects/

https://www.summitbehavioralhealth.com/blog/top-10-addictive-illegal-drugs/

 

 

Porque não evitar tudo isso e buscar um tratamento adequado para o seu ente querido ou para você mesmo que está lendo essa matéria exclusiva da Capital Remoções?

 

Entre em contato conosco, não tenha medo. tire as suas dúvídas sobre tratamentos e clínicas de Recuperação / Reabilitação.

Nós estamos há muitos e muitos anos trabalhando na área da dependência química e podemos ajudar quem você ama ou você mesmo!

ligue agora mesmo para a Capital Remoções e venha se cuidar com a gente.

Telefone para contato: (11) 96648-4516

ATENDIMENTO 24 HORAS

 

OFERECEMOS TRATAMENTO PARA DEPENDENTES QUÍMICOS DE TODO O BRASIL

ACESSE: https://capitalremocoes.com.br/

DROGAS MAIS USADAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS
Vote