O que é Dependência química?

Sinônimos: toxicomania, vício em drogas ou álcool

A dependência química é definida pela 10ª edição da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), da O.M.S. Organização Mundial da Saúde, como um conjunto de fenômenos comportamentais, cognitivos e fisiológicos que se desenvolvem após o uso repetido de determinada substância. A dependência pode dizer respeito a uma substância psicoativa específica (por exemplo, o tabaco, bebida alcoólica ou a cocaína, lsd, extasy ), a uma categoria de substâncias psicoativas (por exemplo, substâncias opiáceas) ou a um conjunto mais vasto de substâncias farmacologicamente diferentes.

Conhecida como uma doença progressiva, incurável e fatal a dependência química ainda não tem cura.

Como a Dependência Química é considerada um transtorno mental, em que o portador desse distúrbio perde o controle do uso da substância, e a sua vida psíquica, emocional, espiritual e física vai se deteriorando gravemente, nessa situação, a maioria dos dependentes químicos precisam de tratamento especializado e de ajuda competente e adequada. Dependência química não é simplesmente “falta de vergonha na cara” não ou um problema moral, é apenas uma doença como a Diabetes, o dependente não escolhe ter a doença, mas pode sim escolher fazer o tratamento, e assim como diabéticos controlam o açúcar no sangue com medicações e cuidados com a boa alimentação, o dependente químico pode buscar ajuda para controlar sua adicção e entender o ciclo da doença. É considerada uma doença BIOPSICOSSOCIAL.

A dependência química é uma doença química:

a dependência é provocada por uma reação química no metabolismo do corpo humano. O álcool e o tabaco, por exemplo, embora a maioria das pessoas separe das drogas ilegais, são drogas tão ou mais poderosas em causar dependência e destruição em pessoas predispostas, como qualquer outra droga, ilegal ou não.

Dependência química é uma doença interna e não externa:

As questões externas como dificuldades sociais, familiares, sexuais, profissionais não geram a dependência química e nem justificam o uso e abuso de drogas e de álcool. Existem fatores internos de cada organismo, que atuam direta e indiretamente e contribuem para a instalação da doença, provocando uma predisposição física e emocional para a dependência.

É uma doença progressiva: o uso contínuo e sem tratamento de drogas e álcool pode se tornar cada vez mais intenso e perigoso para o dependente químico e para o alcoolista. É uma doença crônica incurável: Uma vez dependente químico, sempre dependente, indiferente de estar ou não em recuperação, usando ou não usando algum tipo de droga. Ainda não existe cura para a dependência química, existe sim tratamento – contínuo e permanente.

É uma doença controlável: Mesmo que não se possa usar o álcool ou as drogas de maneira “social” ou “recreativa” com controle, o dependente, se aceitar e realmente se empenhar no tratamento da dependência, poderá viver muito bem sem o uso de drogas e sem as consequências negativas do seu uso frequente.

É uma doença que atinge toda a família do dependente: O convívio com o dependente químico faz com que sua família também adoeça no emocional, tornando-se necessário na maioria dos casos o tratamento de todos os familiares. Recebendo assim orientações a respeito de como lidar com o dependente químico e de como lidar com seus sentimentos e emoções em relação ao mesmo

É uma doença física: Se manifesta pelo aparecimento de profundas modificações físicas, alterando o metabolismo orgânico quando se interrompe o uso da droga e do álcool. Essas alterações físicas obrigam o usuário a continuar consumindo a droga descontroladamente, caso contrário ocorre uma “crise ou síndrome de abstinência”. Essas alterações presentes na “Síndrome de Abstinência” se manifestam por sinais e sintomas de natureza física e variam conforme a droga.

Psicológica:

É a sensação de satisfação provocada pelo uso da droga que faz com que o indivíduo a utilize continuamente para permanecer satisfeito e evitar o mal estar da abstinência. A falta da droga deixa o dependente abatido, em péssimo estado psicológico. Quando privados da substancia, os dependentes sofrem modificações de humor constantemente, comportamento, mal-estar.

Você sabia que:

A DEPENDÊNCIA QUÍMICA É UMA DAS DOENÇAS PSIQUIÁTRICAS MAIS FREQUENTES DA ATUALIDADE EM TODO O MUNDO?SIM, ELA É!

1. Adicção

vicio, escravidão de, dependência química, obsessão, compulsiva entre outras.

Causas da doença

A doença da dependência química é crônica e multifatorial, isso significa que diversos fatores contribuem para o seu desenvolvimento, incluindo a quantidade e frequência de uso da substância, a condição de saúde do indivíduo e fatores genéticos, psicossociais e ambientais.

Muitos estudos vem buscando identificar características que predispõe um indivíduo a um maior risco de desenvolver abuso ou dependência. Em relação ao álcool, por exemplo, estima-se que os fatores genéticos expliquem cerca de 55% das vulnerabilidades que levam os indivíduos a fazerem o uso pesado de bebidas alcoólicas – principalmente genes que estariam envolvidos no metabolismo do álcool e/ou na sensibilidade aos efeitos dessa substância psicoativa, sendo que os filhos de alcoólatras possuem quatro vezes mais riscos de desenvolverem alcoolismo, mesmo se forem criados por indivíduos não-alcoolistas. Além disso, fatores individuais e aspectos do beber fazem com que mulheres, jovens e idosos sejam mais vulneráveis aos efeitos das bebidas alcoólicas, o que o colocam em maior risco de desenvolvimento de problemas.

 

    Vídeo amor exigente, dependência química

                                  Entendendo a Dependência Química

 

Opções de Reabilitação / Clínica de Recuperação, CONFIRA AGORA!

 

1- Clínica de Alto Padrão para tratamento de dependentes químicos

Clínica de Recuperação Masculina De Luxo Em SP – Atibaia SP

2- Clínica de Recuperação das Drogas

Clínica de Recuperação Feminina SP – Alto Padrão Em Itatiba SP

 

3- Clínica de Recuperação das Drogas

Clínica de Recuperação Mista Em SP – Recuperação De Alto Padrão Em Itu SP

4- Clínica de Reabilitação

Clínica de Recuperação Em SP – Mairiporã 2

5- Clínica de Reabilitação Prime

Clínica de Recuperação Prime Masculina SP – Mairiporã SP

6- Clínica De Reabilitação Evangélica Em SP

Clínica de Recuperação Evangélica Em SP – Guaratinguetá SP

 

 

 

 

 

 

Tratamento da dependência química
5 (100%) 1 vote