Tratamento para parar de usar Drogas

O tratamento para parar de usar drogas pode ser feito de varias formas, através do internamento da pessoa em numa clínica especializada de reabilitação das drogas, com ou sem a sua autorização, e neste último caso trata-se de uma internação compulsória, pois utiliza meios legais para o fazer.

Algumas drogas ilícitas que causam dependência física e/ou psicológica e que necessitam de tratamento são cocaína (pó), heroína, crack (pedra), maconha (erva), ecstasy (bala), ​LSD (ácido, doce)e ​Álcool (bebida alcoólica).

​​O tratamento consiste na combinação de uso de medicamentos e terapia e passa por vários estágios, sendo a forma mais eficaz de tratamento pois, ali o indivíduo receberá todo o apoio necessário por parte de médicos, enfermeiros, psicólogos, terapeutas, coordenadores e terapeutas ocupacionais para desintoxicação e para deixar o vício das drogas e do álcool.

 

O tratamento pode ser feito com:

1. Remédios anti drogas

Os remédios usados no tratamento contra as drogas devem ser usados com supervisão médica: 24 horas por dia, 7 dias por semana, para que a pessoa não fique viciada nestes medicamentos.

Inicialmente para combater a fissura que é o desejo iminente de usar drogas podem ser usados remédios ansiolíticos combinados com antidepressivos como Diazepam e Clonazepam, por exemplo.

Além dessas medicações, é comum que sejam indicados outros remédios antibióticos e antivirais para combater os problemas de saúde que o usuário possui, como tuberculose, pneumonia, HIV, sífilis.

Seguem alguns exemplos de remédios contra o uso de drogas:

  • Maconha: Rimonabanto que é um remédio contra a obesidade, fluoxetina e Buspirona;
  • Cocaína (pó): Topiramato e pergolide, usandos no tratamento contra convulsões e Parkinson;
  • Crack (pedra): Risperidona, topiramato, modafinil, que amenizam os sintomas de abstinência das drogas;
  • Heroína: Metadona e buprenorfina que atuam no cérebro alterando o sistema de recompensa e prazer.

TRATAMENTO COM IBOGAÍNA

A iboga é uma planta medicinal, que apesar de ser proibida no Brasil, tem sido usada em outros países porque age desintoxicando o corpo, ajudando no tratamento contra o vício e a dependência, mas ela não deve ser usada de forma exclusiva porque não combate os sintomas totalmente os sintomas de abstinência, sendo comum que a pessoa volte ao uso de drogas a seguir porque não sabe lidar com todas as áreas sua vida.

2. Atendimento com psicólogo ou psiquiatra

Embora o apoio e a ajuda da família seja muito importante no tratamento de reabilitação do paciente é parte fundamental do tratamento contra a dependência de drogas e álcool o acompanhamento de um psicólogo ou psiquiatra porque estes podem oferecer algumas ferramentas úteis para o indivíduo saber como evitar o contato e o consumo das drogas.

O usuário quando deixa de usar drogas passa por um período de abstinência que não é tão longo, em que enfrenta ansiedade e diversos distúrbios emocionais e por isso que é importante que ele tenha esse tipo de acompanhamento médico para que possa reconstruir seu ‘eu’ e saiba gerir bem os seus sentimentos e as suas emoções, sem precisar de uma nova dose.

 

3. Mudança de comportamento

Um fator muito importante no combate ao vício das drogas é a pessoa ter uma mudança de comportamento, pois o dependente químico deve deixar de se encontrar com os amigos que usam drogas e de frequentar os locais onde usava drogas, para que não haja uma recaída.

Uma frase bem conhecida na irmandade de Narcóticos Anônimos que é uma irmandade sem fins lucrativos para homens e mulheres para quem as drogas se tornaram um problema maior é:

“A PESSOA QUE EU ERA ME LEVA A USAR DROGA”.

Além disso deve-se evitar qualquer contato com drogas mais leves e com as bebidas alcoólicas, pois elas também aumentam o risco de recaída.

“MACONHA TAMBEM É DROGA”

Essa é uma frase bem conhecida tambem em N.A.

Clínicas de recuperação / reabilitação para dependentes químicos

Existem diversas clínicas de Tratamento para dependentes químicos em SP para viciados em drogas espalhadas por todo país e o tempo de internamento varia de 3 a 6 meses, podendo ser parcial (só durante o dia) ou integral, onde o indivíduo não sai de lá até a completa recuperação. Para encontrar um tratamento adequado conte com a Capital Remoções.

 

 

Onde encontrar Tratamento gratuito para drogados

Há tratamento gratuito para drogados em vários locais do Brasil mas as vagas são limitadas. Quem desejar internamento para o tratamento da dependência química deverá buscar orientação do seu médico, mas algumas instituições que podem ajudar você pode ver nesse outro post que a Capital Remoções fez para você clicando aqui.

 

Você Poderá ver o índice completo destas instituições gratuitas no site do ministério da saúde também.

 

Quanto tempo demora a recuperação de dependentes químicos

O preço do internamento integral numa clínica de recuperação para drogados é de aproximadamente 3 a 15 mil reais (180 dias), mas é necessário um acompanhamento do indivíduo por, pelo menos, 6 meses, podendo chegar a 1 ano após o tratamento.

Nos primeiros 3 meses a pessoa fica livre das drogas, mas nos outros 3 meses são trabalhados diversos aspectos para evitar uma possível recaída, e para que a pessoa possa reconstruir sua vida.

Depois desse período o paciente pode ter alguma recaída, mas o importante é perseverar e seguir em frente com o tratamento sempre. Por algumas vezes, o paciente precisará ainda de um acompanhamento, tendo 2 ou 3 consultas por ano, durante um longo período.

 

 

 

 

 

 

Como parar de usar Drogas
5 (100%) 1 vote