Clínica de recuperação em SP - Vargem Grande Paulista - Mista

Clínica de recuperação em SP – Vargem Grande Paulista – Mista

Tratamento de dependentes químicos e alcoólatras unidade acolhe homens e mulheres

As 8 melhores clinicas de recuperação em SP

Clinicas de recuperação que aceitam planos de saúde em SP – Clinicas de reabilitação que aceitam convênio médico em São Paulo SP

 

Unidade mista
Clinica de recuperação em SP
Clinica de recuperação em SP
Unidade mista
Unidade mista
Clínica de reabilitação em SP
Clínica de recuperação em SP - Vargem Grande Paulista - Mista
Tratamento para dependentes químicos
Clínica de recuperação em SP - Vargem Grande Paulista - Mista
Clinica de reabilitação em São Paulo
Clínica de recuperação em SP - Vargem Grande Paulista - Mista
Internação para dependentes químicos
Clínica de recuperação em SP - Vargem Grande Paulista - Mista
Clínica para dependentes químicos
Unidade mista
Internação para alcoólatras
Unidade mista
Clínica de recuperação em São Paulo
Clínica de recuperação em SP - Vargem Grande Paulista - Mista
Tratamento do alcoolismo
Clínica de recuperação em SP - Vargem Grande Paulista - Mista
Clínica de recuperação

Tratamento para dependentes químicos e alcoólatras em unidade que pode acolher a planos de saúde, consulte sobre o seu.

Equipe:

  • Médico
  • psicólogos
  • terapeutas
  • nutricionista
  • cozinheiro
  • equipe de manutenção
  • administrativo
  • monitores
  • coordenadores
  • conselheiros familiares
  • terapeuta ocupacional
  • equipe de enfermagem

Tratamento:

  • TRE
  • TCC
  • PPR
  • Reunião de metas
  • Encontro de sentimentos
  • Partilhas em grupo
  • Simulado de NA e AA
  • Doze passos
  • Psicoterapia individual e em grupo
  • Consultas com psiquiatra
  • Terapias individuais e em grupo
  • Laborterapia
  • Espiritualidade
  • Arte terapia
  • Vídeo Terapia

O tratamento

O tratamento é subdividido em três etapas, a primeira, sobretudo, cuida da parte do acolhimento, adaptação e portanto, visa

ainda o processo de desintoxicação, através de uma alimentação balanceada e nutritiva, descanso, atividade física, e dependendo do caso,

administração medicamentosa (após avaliação e prescrição médica).

Na segunda etapa, no entanto, o foco é entregar ferramentas para o autoconhecimento e propor conhecimento sobre a doença

em terapias, atendimentos, dinâmicas e rodas de conversa, que podem de fato conscientizar o paciente e entregar ferramentas

de mudança efetiva.

Lembrando que o tratamento é personalizado, e que a eficácia depende do paciente colocar em prática tudo aquilo que aprendeu após internação.

A terceira etapa visa a preparação para uma mudança eficaz através do programa de prevenção à recaídas com intuito de preparar

o acolhido (a) para a ressocialização gradual e eficaz.