Notícias sobre clínicas de recuperação, notícias sobre clínicas de reabilitação e notícias sobre comunidades terapêuticas. Clínica de recuperação e Covid 19, clinica de reabilitação e Coronavírus.

Com o objetivo principal de promover algumas adequações e garantir a continuidade dos tratamentos para dependentes químicos e alcoólatras, as atividades desenvolvidas pelas comunidades terapêuticas e clínicas de recuperação / reabilitação no Brasil, o Governo Federal, por meio do Ministério da Cidadania, editou uma portaria que consideram as clínicas e comunidades como prestadoras de um serviços essenciais e que, portanto, não podem ser paralisadas mesmo diante da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Continue lendo a matéria completa em:

https://www.spdm.org.br/saude/coronavirus/item/3355-coronavirus-comunidades-terapeuticas-sao-consideradas-prestadoras-de-servicos-essenciais

Coronavírus em dependência química: Ainda não existem números exatos ou pesquisas que indiquem o contágio de CORONAVÍRUS entre a população que

faz o uso abusivo de álcool ou drogas, porém, o nosso bom senso nos diz que vivem em condição de risco alto, até porque dificilmente eles conseguem ficar

por muitos dias dentro de suas casas no tempo da quarentena. O ideal antes de ir para uma clínica de recuperação é fazer o teste para descobrir se está com o vírus ou não

. Abaixo um resumo de como funciona o nosso tratamento para alcoolismo e dependência química. Fazemos o Tratamento de 90 dias (3 meses) Com

acompanhamento por um corpo clínico responsável e especializado com psicólogos, terapeutas, psiquiatras e equipe de enfermagem completa. Trabalhamos toda a parte de conscientização da doença da dependência química ou do alcoolismo,

reconhecida mundialmente como uma doença, seguindo a literatura dos 12 passos de A.A. E N.A. não havendo, portanto, nenhum vínculo religioso. O propósito do nosso tratamento realizado na clínica de recuperação é atuar na parte comportamental e emocional do paciente.

Para conhecer nossas estruturas clique no link abaixo: